sábado, 13 de setembro de 2014

OS FILHOS DO ÉDEN

Sono, muito sono! Suponho que nunca tinha tido tanto sono na vida, pelo que nem blogues, nem leituras, um esforço titânico para não adormecer durante a hora das visitas ou do episódio da telenovela. Nem sempre conseguido, diga-se! Mas pronto, nos últimos dias a soneira reduziu bastante, já me começaram a falar "de alta" - o que dá logo outro ânimo - e acabei de ler finalmente o livro que trouxe na bagagem, cuja leitura já tinha iniciado antes do internamento: "Os Filhos do Éden", de Ken Follett.

Como muitos saberão sou fã do escritor, mas desta fez o livro foi muito mal escolhido. A começar porque tenho verdadeiro horror a terramotos e Priest e alguns membros da sua comuna hippie andam a tentar provocá-los, de modo a "chantagear" o governador da Califórnia - que pretende construir uma barragem num local que irá alagar as vinhas, que são o modo de subsistência da dita comuna. Cabe na cabeça de alguém provocar terramotos, cujas consequências são imprevisíveis? Pelos vistos Follett pensa que há gente tão radical a esse ponto e, embora a certa altura refira que nem todas as comunas/seitas religiosas são avessas à sociedade, a ideia que normalmente não são flor que se cheire paira ao longo das 438 páginas. Claro que o enredo também se move em torno da agente do FBI Juddy Maddox, que é das primeiras a acreditar nas ameaças loucas de Priest, e na enorme e incansável perseguição aos suspeitos. Incansável, ela, que por mim já estava bem cansadinha de tanta perseguição...

Dito isto, não deito as "culpas" ao livro: parece-me é que há livros que não devemos ler em certas circunstâncias - poderia ter arranjado qualquer coisinha mais animada, por exemplo!

BOM FIM DE SEMANA! 

18 comentários:

  1. Esse não conhecia. E o tema não me parece que seja do meu agrado.

    Estou na fase dos livros leves e que acabam bem, intercalando outros como o Outlander que acabei esta tarde. Estou pronta para ler o livro que lhe segue.

    Que tenhas alta o mais rapidamente possível.

    Gostas de “romances”? Olha que, quando bem escritos, proporcionam horas muito agradáveis! : )

    Bjos e bom domingo! : ) Ainda estou no sabado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto de romances, sim, CATARINA, mas os cor-de-rosa demais chateiam-me. Romance para ser bom tem de ser um pouco imprevisível, que para aqueles de olharam e foi amor à primeira vista não tenho muita pachorra... :)

      Obrigada, beijocas e boa semana para ti, que o domingo já passou...

      Eliminar
  2. Nunca li nada desse autor. E não será já a seguir porque comecei ontem com as quase 900 p. de O Pintassilgo de Donna Tartt. Também é a primeira vez que a leio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz-nos depois, Luisa, se gostasses desse livro. Li-o e gostei imenso. Tb li a História Secreta. Neste o protagonista tb é melancólico, tristonho... Bem escrito mas um pouco deprimente. Mas vale a pena ler.

      Eliminar
    2. Nunca li nada dessa escritora, LUISA, mas tenho alguma dificuldade em começar a ler autores desconhecidos logo com 900 páginas. Mas depois diz o que achaste, tal como pede a Catarina

      Eliminar
    3. Ainda bem que avisas, CATARINA, que não estou com pachorra nenhuma de ler nada a dar para o deprimente... ;)

      Eliminar
  3. Não conheço. No entanto concordo contigo quando dizes que "há livros que não devemos ler em certas circunstâncias" é verdade.

    Que o dia da tua alta chegue o mais rápido possível...até lá continua a ter uma boa recuperação.

    Bom restinho de fim de semana e uma próxima semana. Tudo de bom.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, FLOR DE JASMIM.

      E sim, em relação aos livros, tenho a certeza que alguns, lidos noutras circunstâncias pessoais, seriam mais (ou menos) apreciados... ;)

      Beijocas floridas

      Eliminar
  4. ~ ~ ~ Ótima e feliz convalescença. ~ ~ ~ Bjcs. ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, MAJO, e beijocas para ti!

      Eliminar
  5. Nunca li nada dele. Mas vejo sempre imensos livros à venda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele é um escritor muito prolífico, TIMTIM TIM, daí veres tantos livros dele à venda! ;)

      Eliminar
  6. Boas notícias, ALTA é uma palavra mágica!!!
    Estou a ler As neves do Kilimanjaro de Ernest Hemingway, são contos e gostei mais de uns do que de outros...o meu preferido:"A curta e feliz existência de Francis Macomber".
    Melhoras rápidas e forças redobradas. beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, PAPOILA! :)

      Gosto de ler contos, mas às vezes chateiam-me porque quando está no melhor... acaba a história e começa outra!

      Obrigada e beijocas

      Eliminar
  7. Começar a semana com boas notícias é óptimo.
    Vamos lá a ter a tal Alta depressa!
    Beijocas e votos de boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a torcer por isso, PEDRO!

      Beijocas e boa semana para si também! :)

      Eliminar
  8. Olá Teté, revejo-me totalmente nesta tua apreciação sobre "Os Filhos do Éden" (que já tinha sido publicado por cá à uns anos sob o titulo de "Os Filhos do Paraíso" (Edit. Notícias). De facto torna-se um bocadinho aborrecido e salvo apenas porque Follett é um exímio contador de histórias.
    Um tanto ou quanto forçado e surrealista, embora dê por mim a pensar mais um bocadinho, Follett não descreve e inventa à toa, assenta sempre em cima de pesquisas sólidas, daí ter ficado de pé atrás, pé à frente.
    Reconheço que já li melhor, mas deu para entreter durante uns dias.
    Vou avançar para a trilogia "O Século" esperando horas bem passadas, veremos.
    As tuas melhoras e de bons livros para ler

    ResponderEliminar

  9. E hoje já são 21... um mês já lá vai!
    O fim da "reclusão" já foi anunciado??

    Espero que estejas bem!
    Beijinhos de liberdade!!
    (^^)

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)