quarta-feira, 23 de setembro de 2015

SE PASSAREM POR MIM NO ROSSIO...

... não se esqueçam de entrar e apreciar a especialidade da casa, porque o outono (que, se bem se lembram, começou hoje logo de manhã cedo, lá pelas 8h e 21m) convida a bebidas mais "quentes" e aromáticas. E não deixa de ser uma maneira tão boa como outra qualquer de comemorar a nova estação...

TCHIM-TCHIM!
(e já lá vai o tempo em que a ASAE, no seu auge fundamentalista, me fechou as portas!)

22 comentários:

  1. É obrigatório uma paragem para uma ginjinha.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Ginjinha, sim!

    Ainda não começou o verdadeiro frio que convida a bebidas quentes.

    Abração de Düsseldorf com 14 graus.

    ResponderEliminar
  3. Ginginha? Já tomei à porta, com duas amigas minhas :)


    Bom Outono para ti, Teresinha!

    ResponderEliminar
  4. Curioso, Teresa ! :)))) ...
    Ainda há uma semana por lá passei e contei a quem me acompanhava que conhecia essa "casa" de tanta tradição, naquele cantinho, há uns mais de 60 anos ! ... Que bem me lembro de, ainda adolescente, lá ter ido com o meu pai e ele me ter explicado as razões do "sem elas" ou "com elas" e me dar (só) a provar ! rsrs .... e "apareces-me" agora aqui com este post ! ...
    Quantas saudade isso me provocou naquele momento, reavivadas agora ! :))

    Beijocas da ginja (com ou sem elas ! :))
    .

    ResponderEliminar
  5. Teté, Ginginha pela manhã mesmo com muito frio não seria capaz de beber mas depois do almoço...passaria por lá com todo o gosto.
    Feliz outono! Com e/ou sem elas :)))
    xx

    ResponderEliminar
  6. Ai que saudades dos meus tempos de adolescente quando em bandos como pardais percorríamos as ruas da baixa lisboeta provando daqui e dali.
    Eram as iscas na Rua do Crucifixo, as bifanas na Rua da Conceição ou junto à estação do Rossio, as sandes de presunto na Tendinha que também tinha os filetes de bacalhau com ovo, os pasteis de bacalhau na rua da Madalena, e também a Ginjinha e mais o Pirata nos restauradores.
    Pastelarias? Não eram a "nossa praia"! Mas tínhamos duas excepções: a mexicana e o vává.
    Aliás, tínhamos 3 excepções: aquelas duas e Campo de Ourique que era só por si uma excepção.
    Sou visita e por isso não me alongo mais, mas há tantas coisas para contar...
    Beijokas regadas com sorrisos :))

    ResponderEliminar
  7. É tradição e para quem gosta, é uma tentação!

    Boas entradas para este outono, Teté.

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Não quero ser desmancha prazeres, até porque nem conheço essas tasquinhas tão bem como o nosso amigo Kok, mas ginginha da boa, só mesmo em Óbidos e em copo de chocolate.
    És servida?

    Que seja ameno este Outono.

    Beijinhos Teté

    ResponderEliminar
  9. Eu alinho na ginjinha. Tchim.tchim. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É aquela ginginha servida num copinho de chocolate Teté?!

      Eliminar
  10. Acho que já provei ginginha.
    És proprietária de “A ginginha”?

    ResponderEliminar
  11. Se eu passar por 'ela' no Rossio, não vou deixar escapar a oportunidade de provar uma verdadeira ginjinha, com elas!
    A que bebi no Cais do Ginjal, era demasiado doce e nem uma ginja tinha...

    Tchim.tchim? Ok!! Brindemos...Há sempre uma razão para o fazer!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Apanhei uma bebedeira há muitos anos com misturas tremendas.
    A última bebida, consumida com fartura, foi ginja.
    Naquelas garrafinhas pequenas.
    O sabor ficou de lá maneira entranhado (a ressaca foi brutal!!) que nunca mais lhe toquei :))
    Beijocas

    ResponderEliminar
  13. ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~~ É, mesmo, especial...

    ~ Que seja um ótimo Outono para todos nós!
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ~~~~~~~~~~~ Tchim - Tchim!

    ~~~~~~~~~~~~~ Beijocas.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  14. Andava eu no Liceu (actual Secundária) e fui cantar ao pal´cio da Inependência, mesmo em frente à "Ginginha". Antes de.... cantarmos... pássamos por lá. Não foi muito boa ideia, que infelizmente só depois de começarmos a nossa actuação se comprovou ! :))))

    ResponderEliminar
  15. Passava por todos no Rossio
    O poeta Pessoa
    Dizia, testemunha quem ouviu
    "Ah que ginginha tão boa!"

    ResponderEliminar

  16. Eu "passei" pelo Rossio há alguns dias... mas através da tua foto do chafariz! :)
    Agora a sério, não passo à porta da ginginha desde o verão do ano passado... mas confesso que nunca entrei lá.

    Beijinhos (com elas)
    (^^)


    (espero que estejas bem... é que quando estás uns dias sem aparecer fico preocupada)

    ResponderEliminar
  17. Estás bem ? ESperando que sim, te deixo saudades.

    ResponderEliminar
  18. Então, Teté?

    De ginjinha em ginjinha, brindando e por ti esperando, acho que já não sei qual é o caminho de regresso a casa!..

    Já tanta gente passou por aqui, que já nem sei se fui eu que passei no Rossio ou ele passou por mim!

    Quando puderes vem, que eu ainda cá estou!

    Beijocas, já um pouco almareadas!

    ResponderEliminar
  19. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)