terça-feira, 14 de outubro de 2014

GRAFFITIS URBANOS - 1

A falta de concentração, a preguiça, as temáticas pouco interessantes que se encontram dentro de 4 paredes - só saio de casa para ir ao hospital, mas a invernia também não teria convidado a grandes passeios - têm tornado as minhas postagens muito esporádicas. Daí ter-me lembrado de mostrar algumas fotos tiradas este verão, que evidenciam como o graffiti urbano pode ser uma mais valia artística para as cidades, em geral, e Lisboa, em particular. Para quê fachadas de casas em ruínas, muros velhos e pardacentos, superfícies que não têm uma qualificação possível, com tantos e bons artistas dispostos a trabalhar para ajudarem a embelezar esses espaços?

Enfim, a coleção ainda é pequena, mas espero que quando a acabar de a publicar já possa dar umas voltinhas para tirar mais umas quantas fotografias.

E já agora, alguém sabe onde fica o graffiti da foto? Ah, parece que também já existe um catálogo dos principais graffitis existentes na cidade, mas esse ainda não o vi...

19 comentários:

  1. Numa zona com muito verde.
    E no corredor verde dessa zona.
    beijocas

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida que a arte urbana pode ser uma mais valia para as cidades, mas nem todos estão abertos a isso!
    Gosto desta foto. Tenho uma parecida em outra zona, mas do mesmo artista. ;)
    Espero que recuperes rápido. Beijinhos reconfortantes!

    ResponderEliminar
  3. :)) ... Sim. Sei onde é.
    Iris "em flor". De certo modo, uma "homenagem" `visão do Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles ! Dois autores que sabem lidar o campo !
    Creio que no Porto estão também a tomar iniciativas idênticas, como esta, por ex. da nossa amiga Nova-Redonda : http://dona-redonda.blogspot.pt/2014/09/post-4228-quarta-feira-24914-porto.html

    Beijoca, Té !
    :))

    ResponderEliminar
  4. Não faço ideia!

    Concordo: este tipo de pintura pode valorizar a cidade. No caso oposto, pode ser vandalismo e eu nunca vi cidade tão agredida , nesse sentido, como Cáceres (Espanha).

    Que arribes depressa e possas sair e, depois, nos contares o que viste !

    Abraço grande, Teresinha :)

    ResponderEliminar
  5. Não imagino onde fica!
    Mas sei que perto do Castelo de São Jorge existem muitos decorando muitas das ruínas das casas.

    Gosto muito, muito mesmo, em tempos de adolescência que não tive, porque casei aos 16 anitos, eu e meu marido éramos hippies, com amigos tentávamos fazer dessas coisas, mas saia uma imitação reles :)

    Continuação de uma boa recuperação.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  6. Também não conheço mas gosto muito. Passo por uma casa com uma pintura muito engraçada que hei-de postar logo que a minha máquina recupere saúde pois parti uma peça que ainda não sei se terá arranjo...
    Bonita a tua foto, fico à espera das novas que virás a postar. beijinhos e melhoras rapidas.
    xx

    ResponderEliminar
  7. Uma bela ideia, Teté. Tenho uma colecção deles na minha máquina fotográfica, mas por este creio que nunca passei!
    Rápidas melhoras
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Não sou grande fã de grafittis, mas este é bastante bonito. Onde será... não sei, Teté! Tenho muito pouco jeito para enigmas destes porque a minha memória visual, ao contrário da temporal, é muito fraca.

    Aparece quando puderes e quando quiseres. Nós esperamos por ti e sempre com um sorriso nos lábios.

    Boas melhoras! Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Não faço ideia onde seja. Há quem considere que todo o graffiti é uma violação quando não é explicitamente autorizado.
    Exceptuando as aberrações que por aí aparecem, não sou contra, porque não só são bonitos estecticamente como de algum modo preservam (ou podem preservar) os muros e paredes que possam estar degradadas.
    Eu gosto de ver.
    E também gosto de te ler. Apesar da preguiça ;)
    Uma beijoka cheia de muitos sorrisos para os pespegares nessas 4 paredes!

    ResponderEliminar
  10. Excelente ideia, Teté.

    Não sei onde fica essa velha casa lindamente embelezada por artistas de grande talento, certamente!
    Não gosto de ver muros esborratados com grafittis sem gosto, mas esse é autêntica Arte Urbana. Muito lindo!

    Mesmo dentro de quatro paredes não te devem faltar ideias para nos vires fazer companhia.

    Que continues em franca recuperação e o tempo ajude, para que possas fazer uma passeatas pela cidade.

    Hoje, aqui, o vento ruge mais que um leão faminto! Uma desgraceira!

    Beijinhos e um sorriso! :)

    ResponderEliminar
  11. Voltei para desejar bom fim de semana...boa recuperação!
    E deixar o meu beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  12. ~
    ~ ~ Gosto dos grafittis feitos com aprovação de serviços equivalentes aos dos nossos municipais, como acontece em Bruxelas, em prédios recuperados de bairros residenciais antigos.

    ~ ~ Este ficou bonito, mas é mal empregado o trabalho no edifício degradado.

    ~ ~ Esperemos que as previsões meteorológicas estejam certas: que o Verão de S. Martinho chegue Domingo.

    ~ ~ ~ ~ Um agradável e muito feliz fim de semana. ~ ~ ~ ~ Beijocas. ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  13. Eu sei onde é, mas não vou dizer :p...só vim deixar um beijo, as melhoras e um grande assobio :)))))))

    ResponderEliminar
  14. Eu sei... Por vezes, quando estou em Lisboa, passo por perto. :)

    ResponderEliminar
  15. Passando para te deixar uma grande beijoka, uma remessa de sorrisos e também para te dizer que abusando de uma meia dúzia de figos me lembrei: a teté era pessoa para me "acompanhar" neste figocídio; pelo sim pelo não vou guardar uns para quando ela voltar.
    Beijos e uotras coisas boas! ;))

    ResponderEliminar
  16. Voltei para desejar um bom fim de semana!
    Tudo de bom.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  17. Como muitos decerto se lembraram, este graffitti fica na rua da Campolide, junto ao jardim da administia internacional (cujo nome desconhecia, a "ciência" vem do Google).

    Obrigada a todos pelos comentários, beijocas e abraços! :)

    ResponderEliminar

Sorri! Estás a ser filmad@ e lid@ atentamente... :)